Notícias LOCAIS

Secretaria da Cidadania lança campanha Julho das Pretas – Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Do dia 1º até 30, o mês é delas: o Julho das Pretas preenche o calendário com ações que provocam reflexão acerca do tema ‘Eu, mulher preta’. A 6ª edição da campanha, promovida pela Secretaria de Estado da Cidadania, por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial, será lançada nesta segunda-feira (1), às 18h30, no Instituto Mirim, em Campo Grande.
Julho das Pretas é um movimento dedicado à valorização e ao reconhecimento das mulheres pretas em todas as esferas da sociedade. Durante todo o mês, serão realizados eventos, debates e atividades que destacam a contribuição e a importância das mulheres na construção de um mundo mais justo e igualitário.
Subsecretária, Vânia Lúcia Baptista Duarte explica que campanha marca visibilidade das mulheres negras. (Foto: Matheus Carvalho/Cidadania)
Subsecretária de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial, Vânia Lúcia Baptista Duarte explica que a campanha nasceu da comemoração ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, estabelecido durante o I Encontro de Mulheres Afro Latino-Americanas e Afro-caribenhas, na República Dominicana, em 1992. O evento reuniu mais de 70 países que definiram a data de 25 de Julho como Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, além da criação da Rede de Mulheres Afro latino-americanas e Afro-caribenha.
No Brasil, a data passou a ser celebrada a partir da Lei Federal nº 12.987/2014, e no Estado de Mato Grosso do Sul, pela Lei Estadual nº 5.254/2018.
“A campanha vem para marcar a resistência das mulheres negras e evidenciar suas lutas e conquistas, além de ouvir e sensibilizar a sociedade sobre a importância do enfrentamento ao racismo e sexismo. O Governo do Estado, juntamente com o Movimento Negro e municípios, realiza uma série de atividades com palestras, debates, rodas de conversas, oficinas, cinema e música, com o objetivo de dar visibilidade às mulheres negras”, ressalta Vânia. 
Lançamento
As ações do Julho das Pretas vão alcançar todas as regiões de Campo Grande e também de Mato Grosso do Sul. O lançamento será aberto ao público, na segunda-feira (1), às 18h30, no Instituto Mirim, localizado na Avenida Fábio Zahran, 600, Vila Carvalho.
Mulher quilombola, tia Eva Maria de Jesus é representada em escultura em frente à igreja São Benedito. (Foto: Paula Maciulevicius/Cidadania)
Cronograma
01/07 – Segunda-feira18h30 Abertura da campanha e apresentação do calendário de ações da Campanha Julho das Pretas. Homenagens ao Coletivo de Mulheres Negras de MS “Raimunda Luzia de Brito”. Local: Auditório Instituto Mirim – Av. Fábio Zahran, 6000, Vila Carvalho – Campo Grande
02/07 – Terça-feira8h30 Panfletagem em Nova Andradina (frente ao museu)19h – Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Nova Andradina
03/07 – Quarta-feira8h – Abertura da Campanha Julho das Pretas em Nova Andradina com café com prosa Julho das Pretas e comemoração do Plano Municipal de Promoção da Igualdade RacialLocal: Centro de Convenções Silvio Unaldino de Souza, Nova Andradina
04/07 – Quinta-feira8h Campanha Julho das Pretas: Diálogo Interinstitucional e adesão ao SINAPIR Local: Prefeitura Municipal – Batayporã
05/07 – Sexta-feira9h Campanha Julho das Pretas: Eu, Mulher Preta, no Prédio da Secretaria de Estado da Cidadania Local: Av. Mato Grosso, 5778 – Bloco 4, Campo Grande
06/07 – Sábado15h Palestra – Mulheres Negras: Vivências, Pertencimento e Lugar de Fala.Local: Comunidade Mandela – Campo Grande
16h Lançamento da campanha com coletivo de Mulheres Negras Raimunda Luzia de Brito durante Feira Ziriguidum Local: Praça do Preto Velho – Av. Fábio Zahran, Campo Grande 
09/07 – Terça-feira13h30 Encontros Estaduais de Ações Afirmativas e Promoção da Igualdade Racial na EducaçãoLocal: UEMS – Campo Grande
10/07 – Quarta-feira07h30 Encontros Estaduais de Ações Afirmativas e Promoção da Igualdade Racial na EducaçãoLocal: UEMS – Campo Grande
12/07 – Sexta-feira8h Curso Formação Continuada para professores da rede municipal de Corguinho: Letramento Racial e Aplicabilidade da Lei 10.639/03 Local: Escola Municipal Frei Otávio João Suminionato – Corguinho
13/07 – Sábado15h Palestra “Mulheres Negras: Vivências, Pertencimento e Lugar de fala”Local: Comunidade Quilombola Chácara Buriti – Campo Grande 
15/07 – Segunda-feira19h Vivências e Pertencimentos: Filhas de Òsum, Guerreiras do TerreiroLocal: Ebè Osun Kolodè (Bairro Dr. Albuquerque) – Campo Grande
16/07 – Terça-feira19h Roda de Conversa com afro-artesãosCoordenadoria de Promoção da Igualdade Racial e Cidadania –  Nova Andradina.
17/07 – Quarta-feira14h Julho das Pretas: Mulheres Negras Unidas por Reparação e Bem ViverLocal: Maracaju
19h30 – Diálogo Interinstitucional Local: Maracaju
18/07 – Quinta-feira18h O Empoderamento da Mulher NegraLocal: IBISS-Co Campo Grande
19/07 – Sexta-feira9h Campanha Julho das Pretas: Diálogo Eu, Mulher Preta – A Importância do Empoderamento da Mulher Preta e a importância da Campanha Julho das Pretas, a auto estima e valorização da Mulher NegraLocal: Jardim – MS
19h A Importância do Empoderamento da Mulher Preta e Grupo Batuqueiros de NagôLocal: Praça das Luzes – Nova Andradina
20/07 – Sábado14h30 Vivências com as filhas de Terreiro Local: Terreiro Caboclo Ubirajara – Nova Andradina
15h Palestra Mulheres Negras: Vivências, pertencimento e lugar de falaLocal: Comunidade Negra São João Batista – Campo Grande
22/07 – Segunda-feira19h – Live com Advogada de Nova Andradina, Direito e Cidadania
23/07 – Terça-feiraJulho das Mulheres Negras: Políticas Sustentáveis para a Equidade de Gênero e Raça. Palestrante Wilma ReisLocal: FIEMS – Campo Grande/MS
24/07 – Quarta-feira13h30 Mesa redonda: A Estética e a Corporeidade da Mulher Negra com Deficiência, apresentação Cultural: Dança, desfile (moda inclusiva), música e exposição de artesanatosLocal: MIS, Av. Fernando Correa da Costa, 559, 3ª Andar – Campo Grande
25/07 – Quinta-feira14h – Cine Maturidade Exibição do filme: A Velhice Ilumina o VentoLocal: MIS, Av. Fernando Correa da Costa, 559, 3ª Andar – Campo Grande
19h Roda De Conversa: “A Ancestralidade da Mulher Negra”. Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e CaribenhaLocal: UEMS – Paranaíba 
27/07 – SábadoDe 8h às 14hCampanha Julho das Pretas: Diálogo “Eu, Mulher Preta”, minutos de beleza e almoço quilombolaLocal: Sede da Associação Furnas do Dionísio – Jaraguari
19h Mulheres InspiradorasLocal: Sesc – Campo Grande
19h Teatro: Grupo Contos AfricanosLocal: Centro de Convenções de Nova Andradina
29/07 – Segunda13h Assembleia Ordinária do Conselho Regional de Promoção da Igualdade Racial – Cointa Local: Sonora
14h Diálogo Interinstitucional, Letramento Racial e adesão ao SINAPIR Local: Sonora
30/07 – Terça-Feira14h Diálogo Institucional, Letramento Racial e adesão ao SINAPIRLocal: Pedro Gomes
31/07 – Quarta-Feira8h Campanha Julho das Pretas: Diálogo Interinstitucional Local: São Gabriel do Oeste
No Brasil, Dia da Mulher Negra Latino-Americana virou lei a partir de 2014. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Paula Maciulevicius, da Comunicação da CidadaniaFoto de capa: Tania Rego/Agência Brasil