Notícias LOCAIS

Participação no Orçamento Comunitário Participativo supera 7 mil votos em 15 dias – CGNotícias

Em apenas 15 dias, mais de 7 mil cidadãos campo-grandenses participaram do Orçamento Comunitário Participativo e encaminharam ao Executivo Municipal a prioridade para o seu bairro. Iniciado em 1º de março, o período da consulta pública pela internet visa o cumprimento da legislação vigente e da gestão democrática e participativa da cidade.
“Quando a pessoa participa, ela exerce seu papel da cidadania. Através dessa participação são identificadas as demandas nos bairros, ajudando assim a gestão municipal a realizar essas demandas”, destaca a representante do Cotolengo Orionópolis nos Conselhos Regionais das Regiões do Prosa e do Centro, Francisca Viana.
A população poderá participar do Orçamento Comunitário Participativo até o dia 31 de março pelo endereço eletrônico http://campogrande.ms.gov.br/orcamento. Para votar, basta responder de maneira on-line ao questionário disponível.
“A participação popular é muito importante, pois o cidadão está tendo uma ferramenta para dizer o que é melhor para sua região. Isso é que é gestão participativa”, afirma José Humberto da Silva, Presidente do Conselho Regional da Região Urbana do Bandeira.
A diretora-Presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), Berenice Maria Jacob Domingues, relembra que o campo-grandense ainda possui 16 dias para participar. “Com o Orçamento Comunitário Participativo, os cidadãos podem apontar as necessidades específicas da comunidade, contribuindo para a eficiência da gestão pública. É uma ótima oportunidade de colaborar com sugestões que possam melhorar a estrutura e os serviços oferecidos em Campo Grande”, reforça.
Como funciona o Orçamento Comunitário Participativo
A Coordenação do SMP promove anualmente a discussão da priorização de obras, serviços e ações sociais para orientar a elaboração da peça orçamentária anual da Prefeitura Municipal de Campo Grande.
A população sugere prioridades e os Conselheiros Regionais, membros dos sete Conselhos das Regiões Urbanas de Campo Grande, votarão as principais prioridades de cada Região Urbana. O resultado da votação é encaminhado aos órgãos e entidades da administração pública municipal para conhecimento e verificação da possibilidade de atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *