Notícias LOCAIS

De portões abertos até 16h, Ação Cidadania Para Elas traz garantia de direitos, serviços e autoestima para mulheres

Portões do Albano Franco abertos às 9h10. Os passos seguintes eram de mulheres que sabem que o dia é delas. Na primeira Ação Cidadania Para Elas, o que não faltam são serviços e um olhar atento às necessidades das mulheres sul-mato-grossenses.
Realização da Fiems, TV Morena e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Estado da Cidadania, são esperadas mais de 3 mil mulheres ao longo  deste sábado (9), no Albano Franco.
Mobilização foi intensa para que mulheres de todas as regiões marcassem presença.
A mobilização foi intensa nos bairros, com disponibilização de ônibus e veículos que pudessem trazer as protagonistas da ação.
Do Bairro Aero Rancho, dona Maria Trindade, aposentada de 76 anos, foi uma das primeiras a chegar. Saiu de casa de madrugada para não perder a chance de fazer o RG.
“Fiquei sabendo pela televisão, e eu sei que vai ter bastante coisa. Trouxe minha certidão de casamento e outros documentos para fazer a identidade, mas vou conversar com o pessoal para ver o que mais dá pra fazer”, conta.
Maria Trindade saiu de madrugada para não perder a oportunidade de fazer o novo RG.
Confeiteira, Ana Paula da Silva, de 55 anos, veio do Bairro Parati. Aproveitando o corte de cabelo, ela brilhava os olhos ao falar da importância de ações voltadas só para elas.
Com um histórico de quem sofreu violência doméstica quando a legislação estava muito aquém de atender os direitos das mulheres, Ana Paula diz que saber das informações é o primeiro grande passo para se reconhecer como vítima.
“Participei de passeatas pela Lei Maria da Penha, quando eu passei pela violência não tinha o apoio que a gente tem hoje. Então, ver aqui a Delegacia, os serviços, as políticas públicas é excelente, porque as pessoas passam a ter conhecimento de que violência psicológica é uma violência tanto quanto a física”, exemplifica.
Ana destacou as orientações e o acolhimento das mulheres. (Foto: Maciulevicius/SEC)
Entre passos de dança, alongamento e sorrisos, Andreia Pantoja, de 49 anos, conta que veio num comboio com as amigas da igreja do Estrela Dalva.
“Eu estou achando muito massa, muito bom para o Dia das Mulheres, porque o povo esquece que a gente trabalha fora ou em casa, e fazer hoje isso é ótimo. Aqui já fiz exame da glicemia, vou ao dentista à tarde, vi minha pressão, as vacinas que estão em dia”, descreve.
Ação Cidadania Para Elas
A programação segue até 16h, com entrada gratuita, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco (Av. Mato Grosso, 5017 – Carandá Bosque). As crianças são muito bem-vindas em um espaço kids montado pela Fundesporte com atividades e brincadeiras.
Por ser um evento voltado ao público feminino, somente mulheres e seus filhos que sejam crianças ou adolescentes serão atendidos.
Ao lado das amigas da igreja, Andreia aproveitou serviços e também se exercitou. (Foto: Paula Maciulevicius/SEC)
Serviços
Ao longo do dia serão ofertados serviços gratuitos de cidadania, além de uma série de painéis, rodas de conversa e cursos profissionalizantes, com objetivo de ampliar as perspectivas das mulheres, seja no aspecto pessoal ou profissional.
Reunindo parceiros do poder público e da iniciativa privada, a ação está oferecendo serviços como emissão de documento de identidade e CPF, cadastro em programas habitacionais, consultoria sobre abertura de empresas e empreendedorismo, entre outros. Haverá distribuição de lembranças e sorteio de brindes às mulheres que passarem pelo local.
Ao todo, são 12 instituições do Governo do Estado presentes com diversos serviços. Para a secretária de Estaco da Cidadania, Viviane Luiza, a ação em parceria com a Fiems e a TV Morena é a união de esforços para o fortalecimento da cidadania.

“Nós conseguimos atingir um público inédito, trazendo especificamente para as mulheres, a promoção dos serviços da cidadania para que elas sejam evidenciadas e colocadas no centro da importância que elas têm. Estamos falando de mais de 52% da nossa população, 460 mil mulheres que chefiam casas, e trazer os serviços é mostrar que elas não estão sozinhas, que nós estamos trabalhando a transversalidade, um dos princípios do Governo do Estado, que é de trabalho em equipe para o fortalecimento de todas as ações”.
Para a vice-presidente da Fiems, Claudia Volpini, atender o público exclusivamente feminino é dar protagonismo às mulheres que são a maioria das mão-de-obra das indústrias.
“Além das mulheres serem bastante atuantes e formadoras de opinião, elas são a maioria, a grande parte da nossa mão-de-obra. Nós aproveitamos o fato de ontem ter sido o Dia da Mulher para fazer este evento voltado à elas em um dia muito produtivo, com dezenas de ações em prol da cidadania, porque esta também é a nossa natureza”, diz.
* Parceiros*• Secretaria de Estado da Cidadania• Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública)• Funtrab• Defensoria Pública Estadual – Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher• SEAD – Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos• DEAM – Delegacia de Atendimento à Mulher• Ceamca (Centro Especializado de Atendimento à Mulher, à Crianças e ao Adolescentes em Situação de Violência)• Casa da Mulher Brasileira – Prefeitura Municipal de Campo Grande/ Subsecretaria de Políticas para Mulher• AGEHAB – Agência de Habitação Popular do Estado de Mato Grosso do Sul• Receita Federal• Correios• Águas Guariroba• Procon• AGEMS (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul)• Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul• Polícia Militar – Promuse• Senai• IEL• Sesi Educação/SST• Detran• Projeto Social Autis(si)mo• Escola de Cabeleireiro Flavinho• Instituto Cruzeiro• Associação do Bem• Sebrae• Centro Estadual de Cidadania LGBTQIA+ e Associação das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul (ATTMS)• Sesi Saúde• Lions Clube• SES (Secretaria de Estado da Saúde)• Sesau (Secretaria Municipal da Saúde de Campo Grande)• Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores MS)• Comando Militar do Oeste (Hospital Militar de Área de Campo Grande)• Conselho Regional de Farmácia de MS• Associação de Doulas de MS• Fundesporte• Organização de Mulheres Empreendedoras.
Paula Maciulevicius, da Comunicação da SEC
Fotos: Matheus Carvalho/SEC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *