NOTICIAS

Agência Minas Gerais | Governo de Minas promove segundo Dia D de combate às arboviroses e mobiliza mais de 600 municípios

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realizou neste sábado (23/3) o segundo dia D de combate às arboviroses. Intitulado como “Minas Unida no Combate ao Mosquito”, a ação busca mobilizar e conscientizar a população sobre como manter os ambientes livres de focos do Aedes aegypti.

A mobilização contou com a participação de 620 municípios, distribuídos em todas as 28 Unidades Regionais de Saúde de Minas Gerais. Ações como mutirões de visitas às casas para orientação, limpeza de ambientes propícios à reprodução do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, além de passeatas, atividades lúdicas, blitzes educativas, entrega de material informativo, intervenções artísticas, foram promovidas pelas prefeituras que participaram da ação. 

“Esse Dia D é mais uma oportunidade de chamarmos a atenção de todos os mineiros sobre a importância do trabalho conjunto no combate ao mosquito. Dentro das casas é onde se concentram cerca de 80% dos focos do Aedes aegypti em recipientes com água parada. Por isso, é essencial que cada um faça a sua parte”, alertou o subsecretário de Vigilância em Saúde da SES-MG, Eduardo Prosdocimi, que acompanhou as atividades em Belo Horizonte.

Na capital, as ações de prevenção foram realizadas nas nove regionais. Na região da Pampulha, foi feito mutirão de limpeza pela Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), e sobrevoo de drones para mapear e eliminar os focos do mosquito, além de vistorias dos Agentes de Combate a Endemias (ACE) para orientação dos moradores e comerciantes. O Mobiliza SUS, grupo de mobilização da Secretaria Municipal de Saúde de BH, também realizou abordagens educativas, com a distribuição de materiais informativos de prevenção às arboviroses.

A subsecretária de Promoção e Vigilância à Saúde de Belo Horizonte, Thaysa Drummond, destacou que a atuação do município tem sido incessante. “Não apenas nesse Dia D, mas diariamente, temos realizado uma série de ações no combate ao mosquito Aedes aegypti”, ressaltou.

“Os drones têm sido importantes aliados em terrenos de difícil acesso, na identificação de focos e ainda na aplicação de larvicidas. Além disso, a SLU faz o recolhimento constante de entulhos em toda a cidade. Nós anunciamos à população os dias dos mutirões para que as pessoas se organizem e recolham o material para descarte”, explicou. 

Dia D pelo estado

Supervisionadas pela Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Divinópolis, pelo menos 25 cidades na macrorregião Oeste promoveram ações de mobilização social para eliminar os focos de Aedes aegypti. Em Divinópolis, a Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a SRS, realizou uma mostra educativa na Praça do Ferroviário, no bairro Esplanada, além de ações nos bairros Dom Cristiano, Jardim das Oliveiras e Fonte Boa. 

As atividades contaram com a parceria da Associação de Moradores do Bairro Esplanada, em conjunto com a empresa VLI, Academia de Letras de Divinópolis, Associação dos Coletores de Materiais Recicláveis (Asmare), Lions Clubs International e Corpo de Bombeiros. 

Na Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Uberaba, os 22 municípios também somaram forças, neste sábado, para eliminar focos do mosquito. Foram realizadas limpezas, blitzes educativas, intensificação de visitas domiciliares, bloqueio com bombas costais, estandes informativos, sobrevoo com drones, carreatas, e interação com crianças, em trabalho conjunto com outros órgãos municipais e parceiros, e até distribuição de mudas de citronela em toda a macrorregião de Saúde Triângulo Sul.

Em Uberaba, as ações contaram com a participação de 50 profissionais, entre ACE, educadores em saúde, motoristas, guardas municipais e parceiros envolvidos. O município realizou blitz educativa, mutirão de limpeza com caminhões e visitas domiciliares em 761 imóveis, abrangendo 1.575 pessoas do bairro Jardim Alvorada.

A mobilização contou com a parceria entre diversas Secretarias Municipais, a Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) e a Câmara Municipal de Vereadores de Uberaba.

Já na região Nordeste do estado, 28 municípios da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Teófilo Otoni aderiram ao Dia D. Em Teófilo Otoni, foram realizados mutirão de limpeza nos bairros Jardim Iracema, Jardim das Acácias e Serra Verde, carreata, blitz com entrega de material educativo e orientação às pessoas que passavam pela Praça Tiradentes, no centro da cidade. As ações contaram com a participação da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, da Faculdade de Tecnologia Egídio José da Silva e do Conselho Municipal de Saúde de Teófilo Otoni.

Para Leonardo Figueiredo, superintendente regional de Saúde de Teófilo Otoni, o movimento Minas Unida no Combate ao Mosquito reflete a importância das ações integradas entre o poder público e a sociedade. “Hoje, 28 municípios da nossa região estão desenvolvendo ações de eliminação do foco e orientação à população. Se cada um fizer o seu papel, juntos, vamos vencer essa batalha contra o mosquito Aedes aegypti”, declarou Figueiredo.

O subsecretário Eduardo Prosdocimi comemorou os resultados. “Minas Gerais está mais uma vez dando o exemplo, com essa grande adesão e atuação dos municípios, o que é fundamental para chamarmos a atenção de toda a sociedade para o papel individual e coletivo relativo à saúde pública. Estamos no caminho certo para esse grande enfrentamento”, ressaltou.

Investimentos e capacitação

Desde dezembro de 2023, a SES-MG já repassou aos municípios mineiros mais de R$ 112 milhões para ações de combate à dengue, zika e chikungunya no estado. A Secretaria também está investindo mais de R$ 30 milhões para que as cidades contratem o serviço de drones, que serão utilizados na identificação, monitoramento e tratamento dos focos e criadouros do Aedes aegypti, permitindo uma atuação mais direcionada e eficaz por parte das Secretarias Municipais de Saúde.

Além disso, a SES-MG está percorrendo todas as Macrorregionais de Saúde do estado para atuar junto a gestores, técnicos e profissionais nos planos de contingência municipais e para a capacitação de médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde no manejo clínico das arboviroses.

“Fazemos novamente um alerta a toda a população: caso sinta sinais e sintomas típicos de dengue, de chikungunya, procure imediatamente a unidade de saúde mais próxima. Temos feito um grande esforço na capacitação dos profissionais de saúde de todo o estado para o correto manejo clínico, a fim de qualificar o atendimento e o tempo de resposta, oferecendo aos pacientes o cuidado adequado para evitarmos as formas graves das doenças e, consequentemente, reduzir os óbitos”, concluiu Eduardo Prosdocimi. 

Outras informações sobre arboviroses estão disponíveis em: https://www.saude.mg.gov.br/aedes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *