NOTICIAS

Agência Minas Gerais | Solução inovadora do Seed é destaque no Prêmio Nacional do Turismo 2023

A Smart Tour Brasil, startup govtech focada em soluções de inteligência de dados aplicada ao turismo, venceu neste mês o Prêmio Nacional do Turismo, na categoria Gestão de Dados e Inteligência em Turismo. Premiado, o Sistema Especialista Turístico (SET) utiliza inteligência artificial e Internet das Coisas para analisar e interpretar, em tempo real, dados sobre as experiências de turistas.  A inovação desenvolvida pela startup é aprimorada na 7ª rodada de aceleração do Seed MG, programa do Governo de Minas Gerais executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede-MG).

Stock Adobe / Divulgação Sede

A ferramenta visa aprimorar a experiência turística e promover um turismo mais inclusivo e acessível, preparando destinos para os desafios e tendências do setor. Além disso, o sistema entende que o turismo é diretamente impactado por diversas outras áreas, como segurança pública, sustentabilidade, planejamento urbano e mobilidade. Dessa forma, propõe uma abordagem multifacetada, considerando que dados e impactos de diferentes setores influenciam o fortalecimento do turismo em várias regiões do estado.

O Seed MG é um programa do Governo de Minas para a aceleração de startups, executado pela Sede-MG, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e o IEBT Innovation.

Inovação na gestão pública

Dentro do Seed MG, a govtech atua em parceria com a Invest Minas na identificação de oportunidade de novos negócios na área de turismo e eventuais gargalos que possam prejudicar o pleno desenvolvimento do setor em Minas Gerais. “O Seed tem o objetivo de gerar mais emprego e renda de qualidade no estado de Minas Gerais e de fazer com que a própria administração pública possa ser cada vez mais eficiente, mais simples, mais transparente e também mais inovadora. Para que, assim, a gente possa prestar melhores serviços e políticas públicas para os cidadãos mineiros”, destaca o superintendente de Inovação Tecnológica da Sede-MG, Pedro Emboava Vaz.

O superintendente reforça ainda que o Governo de Minas utiliza tecnologias e soluções desenvolvidas dentro do programa Seed para resolver os mais diferentes desafios enfrentados pela administração pública. Bem como impulsiona o desenvolvimento de expertises para demandas do mercado. 

A Chief Executive Officer (CEO) da Smart Tour Brasil, Jucelha Carvalho, afirma que a participação da startup no Seed foi de grande valia para que eles conseguissem validar o projeto e o retorno disso para a sociedade. “Temos o produto em inovação aberta, que está sendo trabalhado em quatro polos tecnológicos, e dentro do Seed a gente validou ele, o que nos colocou na final do Prêmio Nacional de Turismo, que é hoje a premiação mais importante que a gente tem no Brasil voltada para a inteligência de dados e inteligência em turismo”, ressalta Jucelha. 

A premiação, ocorrida em 16/12, é uma iniciativa de abrangência nacional  para reconhecer ações que promovem e fortalecem o turismo, destacando-o como um dos segmentos econômicos de grande potencial para a geração de emprego e renda no Brasil.

Atuação da Smart Tour em Minas 

Uma das startups selecionadas para a 7ª rodada do Seed MG, a Smart Tour Brasil desenvolveu o Sistema Especialista Turístico (SET), que usa algoritmos avançados de análise de dados e inteligência artificial, mapeia gargalos e propõe melhorias personalizadas na área do turismo. 

A CEO da Smart Tour Brasil, Jucelha Carvalho, afirma que atuar na resolução de problemas públicos, como no Seed MG, foi desafiador, mas ao mesmo tempo estimulante, pois os fez ir além e pensar cada vez mais fora da caixa. “Torcemos para que mais programas como este sejam inseridos no Brasil e atraiam cada vez mais startups; estas, com certeza, podem ajudar a resolver muitas das questões que hoje são ‘dores’ para a administração pública”, pontua. 

Com essa tecnologia, gestores públicos podem desenvolver estratégias para promover destinos e implementar políticas públicas de turismo mais assertivas, fundamentadas em dados atualizados. Isso possibilita uma gestão mais eficiente e estratégica, fortalecendo a tomada de decisões.

A disponibilidade de dados atualizados, informações precisas e em tempo real sobre a demanda turística, preferências dos visitantes e tendências do setor permitem que as autoridades desenvolvam estratégias mais assertivas para atrair um fluxo maior de pessoas para a região. Com dados e insights, gestores públicos podem adaptar-se proativamente às dinâmicas do mercado, melhorar experiências e garantir um impacto positivo tanto para os visitantes quanto para as comunidades locais.

Na primeira fase do projeto, a startup utilizou dados de Governador Valadares para conhecer e mapear as possibilidades de investimentos em diversas áreas, desde o ecoturismo até a gastronomia, compras, esportes e eventos. O próximo passo consiste em adequar a ferramenta para fornecer à Invest Minas informações a nível estadual.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *